Inicia obra do novo prédio da EMEF Tiradentes

Notícia

Imbé ganhou mais um presente no seu aniversário de 30 anos. O prefeito Pierre Emerim entregou a Ordem de Serviço para início das obras do novo prédio da Escola Municipal de Ensino Fundamental Tiradentes. O ato foi realizado na manhã do dia 09 de maio, data das comemorações da emancipação política do Município. Diversas autoridades participaram, entre elas o vice-prefeito Ique Vedovato, a secretária municipal de Educação e Cultura (SEMC), Joselaine Cardoso e da diretora da instituição, Graziela Ramos. A Construtora Solari será a responsável pela obra, orçada em R$ 4.193.360,22.

O prédio terá 3.189m², com 18 salas de aula, laboratório de ciências, laboratório de audiovisual e biblioteca, entre outras salas. Serão dois pavimentos. A capacidade de atendimento saltará para 509 alunos por turno. A obra será totalmente paga com recursos próprios do Município. “Já temos o valor total da obra reservado”, disse Pierre durante o ato.

A secretária Joselaine lembrou que as obras não interromperão as aulas. “Primeiro, será destruído um dos lados da escola, que depois será reconstruído. Depois, a obra passará para o outro lado”, explicou. A diretora Graziela ressaltou que a obra é esperada há muito tempo e que um sonho da comunidade escolar está sendo realizado.

Mais detalhes da nova escola

A configuração espacial adotada é constituída de três blocos retangulares de dois pavimentos distribuídos e interligados por uma circulação horizontal ampla circundando um pátio de convivência central e também as circulações verticais compostas de uma rampa adaptada aos portadores de deficiência e uma escada, ambas cobertas e livres de paredes  possibilitando a circulação de ar entre os prédios, além da comunicação e a convivência entre os alunos da escola, sendo ainda a circulação composta independentemente aos blocos citados acima. Os três blocos básicos são definidos como bloco Pedagógico, bloco Administrativo e bloco de Apoio / Cultural e atenderão em conjunto 509 alunos por turno.

Conforme o projeto, uma passarela vai interligar o Bloco Pedagógico à Quadra Esportiva Pequena. Junto a esse espaço foi projeto um jardim com sete bancos para descanso e contemplação do Pátio Central Aberto, sendo composto de piso de brita zero vermelha demarcada por espaçadores e vegetação típica e própria da região litorânea gaúcha, que servirá como mostruário pedagógico sobre as mesmas. Em anexo ao Jardim também se encontrará um playground infantil separado por estruturas de concreto pré-moldado, o que permitirá ventilação e também privacidade às atividades infantis desenvolvidas junto às salas de aula 01 e 02 especificamente.

No corpo principal inferior do Bloco Pedagógico está a Área de Recreio ou Salão Coberto, onde acontecerão todas as atividades comunitárias e de recreação dos alunos. O Jardim também está acoplado à área de Salão Coberto através de grande plano de piso de pedra natural Miracema ao Pátio Central, envolvendo o jardim, seis bancos de madeira para descanso e contemplação e uma passarela coberta que conduzirá os alunos até a Quadra Esportiva.

Em um dos blocos menores junto ao acesso principal e rampa de entrada há a área Administrativa com a Recepção, Secretaria, Diretoria, Arquivo, Banco de Dados, Sala de Professores e três banheiros. No outro Bloco de Apoio encontram-se as atividades de Serviços para o atendimento do Refeitório dos alunos como Cozinha, Serviços, Despensa, Cantina e Brinquedoteca. Já no segundo pavimento do Bloco de Apoio localiza-se a Área Cultura, distribuída em Sala de Cinema e Audiovisual, Laboratório de Informática e Laboratório de Ciências. Uma Espaçosa Biblioteca e uma Gibiteca com sacada anexa completam a área assistiva cultural com o suporte a pesquisa estudantil.

No bloco maior, o Pedagógico, estão as salas de aula com capacidade para 26 a 30 alunos cada, perfazendo um total de 509 alunos por turno, com circulação ampla, e blocos de banheiros, sendo que nos mesmos foram reservados espaços para os alunos  portadores de necessidades especiais. Algumas salas de aula estarão munidas de água encanada em pia de inox e lavatórios adaptados em tamanho e volume para crianças menores de 7 anos. Todos os armários serão concebidos em material metalamínico. As portas serão em madeira revestida com laminado metalamínico (fórmica).

Ainda neste bloco serão construídas divisórias em concreto pré-moldado intercalados sobre muro de concreto de 30 centímetros de altura e portões de passagem em cada pavimento devido a necessidade de isolamento do mesmo para envolver ou não as atividades sociais e culturais que incluem programações que utilizam o espaço da escola, como o Vestibular da UFRGS, Concursos Públicos, Eleições Municipais, Festivais de Música e Danças Típicas Gauchas e Tradicionais, entre outras atividades.

Na idealização e concepção do segundo pavimento do Bloco Pedagógico existirá, na circulação central, a instalação de um Domus Contínuo com iluminação natural e filtrada por Policarbonato Alveolar no teto. Serão instalados entre as alvenarias elevadas do Domus e as calhas de captação das águas pluviais, ventilação natural controlada por esquadrias basculantes intercaladas com as máquinas de arrefecimento de ar que servirão através de dutos a refrigeração ou aquecimento mecânico para as salas de aula localizadas no primeiro e segundo pavimento no alinhamento das mesmas alvenarias citadas observando e dando segmento aos projetos específicos de Ar Condicionado em anexo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.