Tabuleiro político do RS começa a se formar para as eleições de 2018

Geral

A menos de sete meses para a eleição, nove partidos já divulgaram que terão candidatos ao Piratini

O Partido Progressista (PP) realiza neste sábado, no Auditório Dante Barone da Assembleia Legislativa, a pré-convenção que vai escolher o pré-candidato da legenda ao governo do Rio Grande do Sul. Mais de 2,8 mil correligionários vão escolher entre o deputado federal Luís Carlos Heinze e o advogado Antônio Weck.

Segundo a colunista do jornal Correio do Povo, Taline Oppitz, o PROS, presidido pelo vereador de Porto Alegre Wambert di Lorenzo, deve apoiar o PP na eleição de 2018 se Heinze for o candidato da sigla ao Piratini.

Nesta quinta-feira, o presidente estadual do Progressistas, Celso Bernardi, disse que espera ter o apoio do PMDB gaúcho no segundo turno das eleições, caso Heinze vença as prévias da legenda. Bernardi disse que os dois partidos têm identidade ideológica. “Não posso imaginar que em uma eleição de dois turnos no RS o PMDB não venha a nos apoiar”, declarou.

Além do PP e da provável candidatura à reeleição de José Ivo Sartori (MDB), outros sete partidos já lançaram pré-candidatos ao Piratini nas eleições de outubro: Roberto Robaina (Psol), Abgail Pereira (PCdoB), Eduardo Leite (PSDB), Jairo Jorge (PDT), Mateus Bandeira (Novo), Miguel Rossetto (PT) e Ranolfo Vieira Júnior (PTB).

Carlos Machado/Rádio Guaíba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.