IFRS conquista sete premiações na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia

Geral

O Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) conquistou sete premiações na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), realizada na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). A divulgação dos premiados ocorreu em cerimônia realizada na tarde de sexta-feira (16).

O IFRS teve quatro trabalhos selecionados para a Febrace 2018, resultados de pesquisas desenvolvidas nos campi Osório e Caxias do Sul. No total, foram expostos na Febrace, no período de 13 a 15 de março, 346 projetos desenvolvidos por estudantes dos ensinos fundamental, médio e técnico de escolas públicas e particulares do país, selecionados entre os mais de 2250 trabalhos inscritos.

Duas pesquisas do IFRS foram triplamente premiadas. “Detecção de drogas ansiolíticas em bebidas alcoólicas adulteradas” recebeu o primeiro lugar na categoria Ciências Exatas e da Terra da Febrace 2018; além do prêmio Intel ISEF (International Science and Engineering Fair) e premiação da Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul (FETECMS). Dessa forma, será apresentada nos dois eventos, em Pittsburgh (Estados Unidos) e no Mato Grosso do Sul. O trabalho foi desenvolvido pela estudante do Campus Osório do IFRS Isabela Dadda dos Reis, com a orientação da professora Flávia Twardowski e coorientação do professor Claudius Jardel Soares, do Campus Osório.

Também recebeu três premiações na Febrace 2018 o projeto “A microbiota autóctone como solução para impactos ambientais e reaproveitamento dos resíduos do tratamento de água”. Esse conquistou o segundo lugar na categoria Ciências Biológicas da Febrace; e os prêmios da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular; e Feira de Ciências do Semiárido Potiguar, e será apresentado neste evento no Rio Grande do Norte. A pesquisa foi desenvolvida pelo estudante do Campus Osório do IFRS Pedro Otávio Ferri Burgel, com orientação da professora Heloísa Bressan Gonçalves e coorientação da professora Flávia Twardowski.

O trabalho “Linguística computacional e jornalismo: Análise de reportagens de capa” recebeu o Prêmio Feira de Iniciação Científica Antônio Ayroso, e será levado a esta feira, em Santa Catarina. A pesquisa é dos estudantes Leonardo Pereira dos Santos e Diulia Justin Deon, do Campus Osório do IFRS, com a orientação de Larissa Astrogildo de Freitas e a coorientação de Alexandre Ricardo Lobo de Sousa.

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) é uma instituição federal de ensino público e gratuito. Tem os campi em Alvorada, Bento Gonçalves, Canoas, Caxias do Sul, Erechim, Farroupilha, Feliz, Ibirubá, Osório, Porto Alegre, Restinga (Porto Alegre), Rio Grande, Rolante, Sertão, Vacaria, Veranópolis e Viamão.

_

Foto: IFRS/ Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.