Brasil luta, mas perde para Bélgica e está fora da Copa

Esportes

O Brasil está fora da Copa do Mundo da Rússia. A Seleção Brasileira não jogou um bom primeiro tempo, lutou bastante na etapa final, mas foi derrotada por 2 a 1 pela Bélgica nesta sexta-feira (6), em Kazan. Com o resultado, os belgas vão encarar a França na próxima terça-feira, às 15h, em São Petersburgo, pela semifinal. Com a saída do Brasil do Mundial, apenas países europeus seguem na competição.

O resultado, pode se dizer, foi injusto, pois o Brasil teve mais chances, pressionou, mas errou muito nas finalizações, e os dois gols marcados no primeiro tempo pelos Diabos Vermelhos acabaram pesando demais. Aos 7 minutos, a primeira grande chance do Brasil. Depois de escanteio, Thiago Silva deu um toque de leve e a bola bateu na trave. Aos 13 minutos, o que ninguém queria, gol da Bélgica e contra. Após escanteio, Fernandinho cabeceou para trás e enganou Alisson, 1 a 0 para os belgas.

Mesmo atrás no placar, o time brasileiro não ficou nervoso e passou a tocar a bola, para tentar penetrar na zaga adversária. Aos 17 minutos, Philippe Coutinho achou uma brecha e chutou forte, mas Courtois defendeu. O goleiro belga salvou de novo aos 25 minutos, em forte chute de Marcelo da entrada da área.

Aos 30 minutos, em rápido contra-ataque armado por Lukaku, De Bruyne recebeu e bateu forte, da entrada da área para anotar 2 a 0. Em busca de diminuir o placar, aos 37 minutos, Philippe Coutinho chutou de fora da área e Courtois espalmou, evitando o gol de desconto. Três minutos depois em falta cobrada por De Bruyne a bola foi no ângulo, porém Alisson, atento, mandou a escanteio. Na cobrança, Kompany quase marcou o terceiro para os belgas, mas Alisson evitou.

Na volta do segundo tempo, Tite tirou Willian e colocou Firmino, enfraquecendo o meio de campo, mas fortalecendo o ataque. E aos 6 minutos, lance polêmico quando Neymar caiu na área e o árbitro chegou a pensar em pedir o VAR, mas desistiu. Aos 10 minutos, foi a vez de Gabriel Jesus ser derrubado na área por Kompany. O árbitro Milorad Masic pediu o VAR e não marcou o pênalti, que claramente existiu.

A Seleção Brasileira seguiu no ataque, porém sem muita inspiração e quase levou o terceiro aos 15 minutos. Os belgas contra atacaram com De Bruyne, que bateu cruzado, e a bola raspando a trave. Nos lances seguintes, o Brasil tentou diminuir, mas não conseguia passar pela zaga belga. Douglas Costa passou a chutar de fora da área. Sempre parando em Courtois. Até que aos 30 minutos, Philippe Coutinho cruzou e Renato Augusto cabeceou no canto e vencendo o arqueiro belga, diminuindo o placar: 2 a 1.

Aos 32 minutos, depois de tabelinha com Neymar, Firmino chutou muito perto do travessão. Aos 35 minutos, Renato Augusto recebeu sozinho, no meio da zaga adversária, mas errou o chute, batendo para fora. A pressão era enorme e aos 37 minutos, depois de passe de Neymar, Philippe Coutinho entrou e chutou de primeira, mas mal. Outra chance desperdiçada. Já aos 48 minutos, Courtois foi no ângulo e buscou chute de Neymar. A Bélgica teve sorte e avançou. Agora é esperar mais quatro anos.

_

Rádio Guaíba

Toru Hanai/Reuters

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.