Balada Segura registra redução de 40% nos flagrantes de embriaguez

Notícia

No mês em que completou sete anos, a Balada Segura comemora uma redução de 40% da proporção de motoristas flagrados sob o efeito de álcool nas blitz. Os dados coletados em 34 municípios conveniados e mais o Litoral no período de veraneio somam os etilômetros positivos e as recusas a realizar o teste. O balanço de aniversário do programa foi apresentado pelo diretor-geral da Autarquia, Ildo Mário Szinvelski, na Assembleia de Verão da Federação dos Municípios (Famurs) nesta quinta-feira (22), em Torres.

Em 2011, quando o programa foi lançado em Porto Alegre, a proporção dos flagrantes de embriaguez entre os abordados na operação era de 12%. Esse percentual vem caindo gradualmente ao longo dos anos, chegando em 2017 a 7% dos motoristas que “caíram” na blitz e tinham álcool no sangue ou recusaram-se a fazer o teste (o que a legislação considera similar e, portanto, aplica as mesmas penalidades). Do total de 5,3 mil motoristas abordados no ano de estreia da Balada Segura, um total de 647 motoristas foram retirados de circulação nas 103 blitz realizadas.

Em 2017, foram 134 mil abordagens na Balada Segura. Contando-se os 2,8 mil testes positivos com as sete mil recusas, a Balada Segura impediu 9,8 mil motoristas alcoolizados (ou sob suspeita de ter ingerido álcool) de seguir viagem colocando em risco a vida dos demais.

_

Foto:  Letícia Sielecki/Ascom Detran

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.