Guarnição rosa – bombeiras militares unidas pela prevenção ao câncer de mama

Para ampliar a relevância da campanha mundial do Outubro Rosa, 10 bombeiras do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS) estão mobilizadas com a intenção de alertar a comunidade gaúcha sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. Esta é a segunda vez que a Guarnição Rosa está sendo destacada em Canoas para dar visibilidade as causas das mulheres. Durante toda sexta-feira (22/10), a guarnição do 8º Batalhão de Bombeiro Militar (8ºBBM), composta somente por mulheres, vai atuar nas ocorrências do município. Outra guarnição, também composta por militares femininas, está atuando no bairro Mathias Velho em ação semelhante. As guarnições também atendem o município de Nova Santa Rita.

A Guarnição Rosa será responsável por atender os quase 350 mil habitantes de Canoas e os quase 30 mil habitantes de Nova Santa Rita. Conforme as estatísticas do CBMRS, o 8º BBM, de janeiro à setembro de 2021, atendeu 1.644 ocorrências de incêndio, 677 de atendimento pré-hospitalar e 677 de busca, salvamento e resgate.

Atualmente, dos 3.136 bombeiros do Estado, 273 são mulheres. Para compor a Guarnição Rosa, mulheres de Canoas, Camaquã, Alvorada e Viamão – cidades sobre responsabilidade territorial do 8º BBM – se voluntariaram para apoiar a campanha Outubro Rosa. As bombeiras militares 1ª tenente Simone, 2º sargento Josiane, e as soldados Thais, Juliana, Borges e Caroline irão compor o efetivo que trabalhará na sede em Canoas. Já no bairro Mathias Velho serão as soldados do CBMRS Bruna, Kamila, Grasieli e Muniz.

A 1° tenente Simone, que comanda o pelotão de Camaquã e veio a Canoas para compor a Guarnição Rosa, ressalta que iniciativas como essa são fundamentais para a prevenção da doença, visto que nos estágios iniciais apresenta apenas sinais. “O câncer de mama atinge milhares de mulheres todos os anos. A prevenção pode salvar vidas, a conscientização diminui a incidência do câncer e autoexame é muito importante para o diagnóstico precoce, aumentando as chances de cura”, afirma a oficial.
Para o comandante do 8° BBM, tenente-coronel Eduardo João Zaniol, a iniciativa é a contribuição dos bombeiros gaúchos para o tema. “Há uma correlação nesse sentido com a atividade de bombeiro militar, a prevenção sempre é o melhor caminho. Pretendemos auxiliar utilizando a imagem institucional para dar ainda mais visibilidade a importância da prevenção ao câncer de mama”, evidencia o comandante do batalhão.

Durante 24 horas, todas as ocorrências que chegarem aos dois pelotões de Canoas, serão atendidas por guarnições exclusivamente femininas. Para a ocasião, as bombeiras do 8º BBM receberam luvas rosas de combate a incêndio, com intuito de representar, no equipamento de proteção individual, a cor escolhida pelo movimento internacional de conscientização, simbolizando assim, um alerta às mulheres para que façam o autoexame das mamas regulamente e a mamografia a cada dois anos.

Texto: Kelly Motter/SSP
Edição: Lurdinha Matos/SSP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com