COSEMS/RS media análise situacional da oncologia no litoral

Geral

Após o debate com secretários municipais de saúde das 23 cidades pertencentes às regiões 04 e 05, situadas no litoral norte do Rio Grande do Sul, agora foi a vez de realizar encontro com os prefeitos municipais para angariar a habilitação para o cuidado em oncologia na região junto à Secretaria Estadual de Saúde e o Ministério da Saúde. O mesmo aconteceu na Associação dos Municípios do Litoral Norte (AMLINORTE), na última semana e está sendo viabilizado pelo COSEMS, por meio do Representante da Região 05, o secretário de Saúde de Osório, Emerson Magni.

Atualmente, segundo levantamentos dos municípios do litoral norte, o custo para transporte de pacientes em tratamento por quimioterapia e radioterapia gira em torno de R$ 12 mil mensais. Na maioria dos casos, os usuários são encaminhados à região metropolitana de Porto Alegre. Tal medida se faz urgente, posto que mesmo que os 28 serviços habilitados para oncologia no estado funcionassem a pleno de sua capacidade, ainda haveria um déficit no atendimento a demanda, visto que os casos de câncer, infelizmente, aumentam gradualmente.

Na reunião, os presentes aproveitaram para definir Osório como o município-sede para o serviço em virtude de sua localização geográfica perante as outras cidades do litoral, diminuindo distâncias e agilizando o deslocamento e atendimento de quem mais precisa. Atualmente, os pacientes chegam a viajar por até 4h até Porto Alegre para receberem cuidados. O acordo firmado em reunião tem por objetivo pleitear, num processo bipartite, junto à SES, essa habilitação a fim de economizar recursos ao mesmo tempo em que visa aumentar a humanização do atendimento diretamente na região.

_

Texto: Eliana C. Izaias

Foto: Cosems/RS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.